Loading...
Pesquisa personalizada

SI NHA TERRA TINHA TXUBA...

"Na noz terra ka tem so morna ku koladera també tem munti aznera ki ta barredu pa baxu stera".

Buddha, na Kem ke Buddha

Ami é di tempo ki na C.V. porta ta fikaba aberto pa kem ki kre entra konbersa toma um pratu di kumida ou simplismenti dexa bentu korri. ami é di tempu ki nu ta brinkaba na rua tudu tipo brinkadera ki tinha sem medu sem pressa. antiz di mi era inda maz sabi na kel pontu la. ma terra muda munti kuza perdi munti kuza straga ma també munti kuza muda pa midjor. Saber mais...

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

CAMPANHA DE AJUDA DENGUE

AJUDA CONTRA A DENGUE


Em Cabo Verde estão confirmados 13.000 casos da Dengue e 6 mortos em curto espaço de tempo. O stock de 2 medicamentos essenciais para o tratamento desta doença acabou.

Por isso pede-se a vossa ajuda e união para fazer frente a esta doença. Basta um repelente e/ou uma caixa de paracetamol.

Local de recolha:
Lisboa
Cidade Universitária em frente à cantina da Faculdade de Ciências.
22 Novembro 15h - 18h

Margem Sul do Tejo
Parque das Paivas (Seixal)
22 Novembro 19h-21h

Contactos:
Ana Duarte – 964694114
Timas Tavares – 96388155

Passem a menssagem com urgência. Com um pequeno gesto salvam-se milhares de vida.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

José Maria Neves na cama com dengue

O primeiro-ministro “está de repouso” por aconselhamento médico, informa uma nota do seu gabinete. Embora não o diga expressamente, tudo indica que José Maria Neves é mais um cabo-verdiano “picado” pelo mosquito da dengue



De acordo com a referida nota, José Maria Neves encontra-se acamado desde o passado domingo por razões de saúde. Na sexta-feira, ele foi visto a participar, com pá na mão, na limpeza do Palácio do Governo no âmbito da mega-campanha para erradicar de Cabo Verde os possíveis focos de mosquito vector da dengue. Aliás, conforme mostrou a televisão é precisamente no porão de um dos prédios inacabados da Várzea (perto do Palácio do Governo) onde se situava um dos maiores focos do referido mosquito na Praia.

A nota do seu gabinete esclarece que JMN “vem tendo acompanhamento médico adequado, e a sua situação de saúde tem estado a evoluir positivamente

"CABO VERDE AQUI" NO MAXIME

Maxime acolhe concerto «Cabo Verde Aqui» a 30 de Novembro



O concerto «Cabo Verde Aqui» vai decorrer no Cabaret Maxime dia 30 de Novembro, às 22:00 horas, reunindo naquele espaço diversos artistas cabo-verdianos.
Vão actuar Tito Paris, Dany Silva, Calú Moreira, Ana Firmino e Jenifer, que procuram recriar o ambiente e a cultura de Cabo Verde, segundo o divulgado em comunicado.
Tito Paris vai fazer do seu espectáculo «um convite para dançar», percorrendo as coladeiras e os funanás.
Dany Silva interpretará temas em português e em crioulo. A sua última obra pode ser ouvida no álbum «Caminho Longe», o último do artista.
Ana Firmino, mãe do rapper Boss AC e irmã do cantor dos One Love Family, também revisita a música de Cabo Verde.
Calú Moreira promete apresentar o reportório que fez do espaço BLeza um dos locais de referência da música ao vivo na capital.
Jenifer está nesta fase a gravar o seu primeiro disco, com produção a cargo de Tito Paris.
O preço é de 12 euros. Aceitam-se reservas.



Fonte: Diario Digital

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

DENGUE GOVERNO POVO

Por todos os lados na rede (internet) vejo, em letras gordas e grandes, Dengue, Cabo Verde, Governo e nalguns, Calamidade. Não vale a pena culpar ninguém pois não resolve nada e é uma perda de tempo. A prioridade é unir forças e esforços para combater esta calamidade. Sampadjudus/badius, governo/oposição, governantes/povos, novos/maduros, instruidos/ignorantes, crianças/adultos, e reduzir ao mínimo as fatalidades. É verdade que sempre houve mosquitos em Cabo Verde, também é verdade que o povo, principalmente na capital, sempre contribuiu para o aumento do foco de mosquitos. Este mosquito é diferente, é perigoso e mortal.

Eu disse que não ia arranjar culpados e vou cumprir. Recebi uma menssagem a exortar a todos os caboverdeanos em Portugal para enviarem a familiares e amigos um tal repelente de mosquito que é o que precisam para combater a Dengue. É uma ajuda, mas de que adianta um repelente se continua lá, nas ruas, nos telhados, nos vasos, nas poças, por toda a cidade e bairros nos arredores as condições ideais para a incubação do bicho?

A capital sempre foi a cidade mais porca do país, e não é pela sua dimenção e aumento descontrolado da população com o aumento de casas clandestinas em bairros sem condições, é uma questão de mentalidade, do ser educado e cívico da porta de casa para dentro, mesmo assim duvido.

O meu desejo é saber que não haverá mais vitimas mortais daquei para a frente, e esperar que o povo aprenda alguma coisa com esta calamidade e em vez de esperar pelo Estado ou autoridades, que tome a iniciativa de ser educado e cívico da porta de casa para for a, da sua rua para for a, do seu bairro para for a, da sua ilha para for a. Que depois deste acontecimento as pessoas desejem para o país o que desejam para si. Bem estar.

È aqui que entra o papel do Estado, das famílias e da Sociedade na educação, na formação cívica de cada um.

Deixo o meu pesar à família das vitímas mortais ao mesmo tempo que peço a si que lê estas linhas que não se cale perante actos de falta de respeito e higiene público quer por parte de autoridades como de vizinhos, familiares e desconhecidos. Afinal "si nu ka podi muda mundu nu djunta nu muda Cabo verde".

Khalo
Dodu na Cabo Verde

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

PARA PROMOVER CABO VERDE





Dois videos de Raimundo Querido (Mundinho) para ajudar a promover Cabo Verde.

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

SAKUDIM DJAM BEM

Afinal nomi ki podu é "Sakudim djam Bem".